QNAP Systems, Inc. - armazenamento ligado em rede (NAS)

Language

Support

Como importar e exportar máquinas virtuais (VM) de/para Virtualization Station (incluindo importando máquinas virtuais de mercados VM on-line)

O que é a função de importação e exportação?
A função de importação e exportação de máquinas virtuais (VMs) pode mover rapidamente máquinas virtuais de um Hypervisor, como VMware e VirtualBox, para outro. Isso pode reduzir o tempo de criação de um novo ambiente de VM entre diferentes Hypervisors legados. Há vários formatos compatíveis de VM com muitos suportes de Hypervisors para que os usuários possam utilizar esta função para mover VMs sem gastar muito tempo para configurar as definições.

Virtualization Station suporta a importação e exportação das VMs. Os formatos *.ova, *.ovf e *.vmx são suportados por VMs exportadas do VirtualBox e VMWare; enquanto os formatos *.ovf e *.qvm são suportados para exportar VMs para outros Hypervisors ou Virtualization Station em outros servidores QNAP NAS. Virtualization Station também suporta os dispositivos virtuais que são fornecidos pelos mercados VM on-line como Bitnami e VMware Virtual App.

O que é um mercado VM on-line?
Como a virtualização torna-se um método bem desenvolvido, o número de empresas que estão dispostas a substituir as máquinas físicas pelas máquinas virtuais é cada vez maior. Dentro dessa tendência, muitos fornecedores de aplicativos de software devem combinar seus aplicativos e sistemas operacionais de código aberto em dispositivos virtuais. Os dispositivos virtuais são suportados pelos formatos de máquina virtual. As pessoas físicas e as empresas podem baixar esses aplicativos virtuais e importar diretamente para os Hypervisors. Este comportamento não só reduz o tempo de instalação de sistemas operacionais e aplicativos, mas também alivia o problema de compatibilidade.

Virtualization Station oferece suporte a dois mercados VM on-line: Bitnami Virtual App e VMware Virtual App. A etapa de importação de dispositivos virtuais é semelhante à importação da máquina virtual geral.

Como importar máquina virtual?

A Virtualization Station é compatível com os formatos de arquivo *.ovf e *.ova. Você pode importar diretamente as VMs (máquinas virtual) para a Virtualization Station ou exportar VMs para outras Virtualization Station integradas no NAS antigas ou outros hypervisors legados incluindo VMWare e VirtualBox.

Abra a Virtualization Station, e clique em "Importar VM".

"Importar VM":

  • PC: Importar do PC local
  • NAS: Importar do NAS

Aviso: Os formatos *.ova e *.ovf são suportados apenas pelas VMs (máquinas virtuais) exportadas do VirtualBox v4 e VMWare; o formato *.vmx é suportado pelas VMs exportadas do VMWare Workstation 8/9.

Por exemplo, importamos uma VM (máquina virtual) do NAS. Selecione "NAS" e clique em "Procurar".

Abra a pasta em que suas VMs (máquinas virtuais) estão armazenadas e clique em "OK".

Clique em "Avançar".

Você pode configurar o "Caminho do destino", "Visão geral", "Rede", "Disco rígido" e "IDE CD/DVD-ROM"

  1. "Caminho de destino": Você pode decidir o local onde deseja salvar a VM (máquina virtual) e se quer ou não criar uma sub-pasta.
  2. "Visão geral": Você pode nomear sua VM (máquina virtual) e personalizar quantos núcleos de CPU e memória usar em sua VM.
  3. "Rede": Você pode configurar uma rede dedicada para a VM, gerando um endereço MAC e qual o modelo de controlador de interface de rede.
  4. "Disco rígido": Você pode configurar o Modo de Cache e Controlador de Disco Rígido.
    • "Modelo de Cache": "nenhum", "Write-back" e "Write-through"
    • Controlador: "IDE", "SCSI", "SATA" e "VIRTIO"
  5. "IDE CD/DVD ROM": Você pode selecionar "Opção" para adicionar um CD/DVD-ROM virtual.

Após concluir a configuração, clique em "Importar".



Clique em "Informações de VM".

Clique em "Iniciar" para iniciar a VM (máquina virtual).

Clique em "Console" para ver a área de trabalho da VM (máquina virtual).

Como exportar máquina virtual?

Se a VM (máquina virtual) foi criada pela Virtualization Station ou é uma VM importada, elas podem ser exportadas da Virtualization Station. Em seguida, as VMs podem ser importadas para outro QNAP NAS ou de um hypervisor legado, como VirtualBox ou VMWare.

Clique em "Exportar VM".

  1. "VM": Para exportar, você pode selecionar as VMs (máquinas virtuais) de uma lista suspensa. Se a VM está em operação atualmente ou está suspensa, então esta VM não pode ser exportada.
  2. "Exportar Nome do Arquivo": Você pode dar nome à VM (máquina virtual) que você deseja exportar.
  3. "Formato": Existem dois formatos para exportar as VMs (máquina virtual) que são *.qvm e *.ovf. O formato *.qvm é adequado para importar a VM para outro QNAP NAS, enquanto o formato *.ovf é adequado para outro hypervisor legado, como VirtualBox v4 e VMWare.
    • "Incluir imagens iso": *.qvm e *.ovf
    • "Compactar imagens": *.qvm
  4. "Local": Você pode decidir o local onde você deseja salvar a VM exportada.

Clique em "Iniciar".

Clique em "Concluir" para finalizar a exportação.

Como importar máquinas virtuais de mercados VM online?

Você pode baixar as máquinas virtuais que você deseja dos mercados VM online como Bitnami e VMWare. O mercado VM online irá instalar aplicativos em sistemas operacionais convidados, por exemplo, Windows, distribuições Linux, etc., então acondicioná-los em formatos de máquina virtual como *.ovf. A seguir, você pode simplesmente importar este pacote diretamente por meio da Virtualization Station e executar aplicativos em máquinas virtuais.

Abra a Virtualization Station, clique em "Aplicativo Virtual Bitnami"

Seu navegador padrão abrirá uma nova aba com o mercado VM online, Bitnami. Você pode pesquisar os aplicativos que você deseja e fazer o download. Aqui, iremos baixar o "WordPress" como uma amostra de ensinamento.

Clique em "WordPress", e em seguida clique em "Máquina Virtual"

O processo de download será iniciado e vai salvar a máquina virtual selecionada na pasta de destino que você escolher.

Após a conclusão do download, certifique-se de que o processo de download é bem sucedido.

Volte para a Virtualization Station, clique em "Importar VM" e selecione "PC" seguido de "Pesquisar".

Abra a pasta de destino do "WordPress" e selecione "bitnami-wordpress-3.8-0-ubuntu-12.04-VBOX3.ovf", depois "Abrir".

Clique em “Avançar”.

Clique em "Procurar" e selecione "bitnami-wordpress-3.8-0-ubuntu-12.04.vmdk" e, em seguida, "Abrir".

Clique em "Avançar".

Clique em "Procurar" e selecione todos os "bitnami-wordpress-3.8-0-ubuntu-12.04-s00x.vmdk" (s001-s009). Clique em "Abrir".

Clique em "Avançar" para carregar arquivos.

Observe que: Ele deve ser carregado no NAS quando você importar VM (máquina virtual) do PC local. Nós sugerimos que você importe VM (máquina virtual) do NAS para reduzir o tempo de espera de carregamento de arquivos.

A seguir, você pode decidir o "Caminho do destino", "Visão geral", "Rede", "Disco rígido" e "IDE CD/DVD-ROM"

  1. "Caminho de destino": Você pode decidir o local onde deseja salvar a VM (máquina virtual) e se quer ou não criar uma sub-pasta.
  2. "Visão geral": Você pode nomear sua VM (máquina virtual) e personalizar quantos núcleos de CPU e o tamanho da memória usar em sua VM.
  3. "Rede": Você pode configurar uma rede dedicada para a VM, gerando um endereço MAC e qual o modelo de controlador de interface de rede.
  4. "Disco rígido": Você pode configurar o Modo de Cache e Controlador de Disco Rígido.
    • "Modelo de Cache": "nenhum", "Write-back" e "Write-through"
    • Controlador: "IDE", "SCSI", "SATA" e "VIRTIO"
  5. "IDE CD/DVD ROM": Você pode selecionar "Opção" para adicionar um CD/DVD-ROM virtual.

Depois de decidir o número de núcleos de CPU e tamanho de memória, clique em "Gerar" e selecione "Opções" e depois clicar em "Importar".

Quando a VM (máquina virtual) é importada, clique em "Informações da VM"



Clique em "Iniciar" para iniciar a VM (máquina virtual).

Clique em "Console" para ver a área de trabalho da VM (máquina virtual).

Data de lançamento: 2014-03-06
Foi útil?
Obrigado por seu retorno.
Obrigado por seu retorno. Se você tiver qualquer dúvida, contate support@qnap.com
29% das pessoas acham que foi útil.