QNAP Systems, Inc. - armazenamento ligado em rede (NAS)

Language

Support

Solução SMB QNAP Libere sua empresa do risco de perda de dados com Controle de Versão de Backup

Introdução e Recurso

Um dos valores fundamentais do QNAP NAS é sempre ajudar as pequenas e médias empresas a preservar seus dados com maior confiabilidade. Por isso, criamos um novo recurso, Controle de Versão de Backup, em nossa função RTRR do Backup Station. Este recurso contém a nossa mais recente tecnologia de backup que permite que os usuários gerem e restaurem livremente várias versões dos mesmos arquivos e pastas não apenas uma vez, mas em determinadas horas, minimizando o armazenamento necessário. Por conseguinte, o  Controle de Versão de Backup libera sua empresa do risco de alterações acidentais, corrupção ou exclusão de arquivos importantes em um período selecionado.

 

Público

Esta nota de aplicativo é destinada para aqueles que são responsáveis pela administração de um QNAP NAS para uso comercial (como um centro de backup de dados com RTRR), portanto, detalhes sobre o processo de backup RTRR existente não serão abordados.

1. Como Começar

1.1. O que é Controle de Versão de Backup

Um trabalho de backup normal só irá processar um arquivo/pasta em um momento durante a replicação e se uma tarefa de backup for realizada repetidamente e o arquivo de backup for salvo está nas mesmas pastas de destino, o arquivo de backup anterior será substituído. Em um centro de dados compartilhado isto aumenta o risco de sobrescrever dados importantes cada vez que é feito o backup.

Usar o controle de versão de backup em RTRR cria uma nova pasta de destino para armazenar os novos dados de backup, portanto, criando diferentes versões de arquivos de backup, dependendo de quando o backup é realizado e se o arquivo foi modificado desde o último backup. Um exemplo de como isso é benéfico é que uma empresa de software ainda pode manter o código de trabalho original, enquanto continua a trabalhar nele, e se o código mais recente não funciona eles podem facilmente restaurar o código de trabalho original:

1.2. Sistema Necessário

Para usar o  Controle de Versão de Backup no Backup Station, você deve instalar o aplicativo Controle de Versão de Backup do App Center. Basta clicar no App Center na área de trabalho do QTS, pesquisar e instalar  Controle de Versão de Backup e adicioná-lo ao QTS  tanto no NAS local e remoto.

Quando instalado, vá para o Backup Station e crie uma tarefa de backup. Antes de iniciar, por favor, ative o servidor RTRR no NAS remoto (selecione servidor RTRR no canto direito e verifique se o Servidor de Replicação Remota em tempo Real está ativado). Antes de clicar em Aplicar, você também precisará fornecer o número da porta que liga ao seu dispositivo remoto ou outro NAS se o sistema não mostra automaticamente o valor padrão. Você também deve digitar a senha admin de login desse dispositivo (não é necessário para backup local para local).

Se esta for a primeira vez que utiliza o serviço RTRR no NAS remoto, vá para o Servidor RTRR no Backup Station e ative o Servidor de Replicação Remota em tempo Real no NAS remoto.

2. Crie Replicação

2.1. Backup com Controle de Versão

Para usar o Controle de Versão de Backup, vá ap Backup Station e selecione RTRR de Replicação Remota. Clique em Criar uma tarefa de replicação para entrar no Assistente de trabalho de sincronização e copie seu arquivo com o recurso Controle de Versão de Backup.

Insira "Backup Station" e selecione a função RTRR. Criar um trabalho RTRR clicando em "Criar um trabalho de replicação".

Quando solicitado sobre a ação do trabalho, selecione Backup para criar uma Tarefa de Backup que permite Controle de Versão de Backup. Abaixo, você pode escolher se os dados serão copiados para uma pasta remota, pasta local ou unidade externa. Neste exemplo, vamos selecionar "Pasta local para a pasta remota" (este processo é semelhante a "Pasta local para a pasta local").

Selecione Backup no Assistente de trabalho para usar Controle de Versão de Backup.

O próximo passo será configurar as definições de host remoto. Se você tiver fornecido o endereço da porta no servidor RTRR, ele deve estar aqui e você pode inserir o endereço de IP do host remoto a que você deseja fazer backup. Por exemplo, temos um outro NAS, por isso, informe o seu endereço de IP e a senha admin. Podemos confirmar esses detalhes se estão corretos, pressionando o botão Teste.

*Você pode definir a taxa de transferência máxima agora ou depois que o trabalho for criado para otimizar o uso dos recursos de rede.

Defina as configurações de conexão do host remoto.

Os seguintes passos do assistente são os mesmos para a seleção de pastas tanto remotas e locais como a pasta de backup. Na janela você pode selecionar as pastas a que você deseja fazer backup e onde elas serão copiadas.

Selecione as pastas de origem e de destino.

À medida que selecionou a ação de backup, em Opções de replicação nós só precisamos selecionar a programação e defini-lo como um trabalho de backup Horário, Diário, Semanal ou Mensal. É essencial marcar "Configurar políticas, filtros e Controle de Versão" pois isso ativará Controle de Versão de Backup para este trabalho.

Defina a agenda do trabalho de backup e ative o controle de versão de backup, marcando Configurar políticas, filtros e Controle de Versão.

Na próxima etapa, para ativar e configurar como trabalhar o controle de versão de backup, seleção "AtivarControle de Versão de Backup" e duas opções aparecerão após a seleção. A primeira é de Controle de Versão Simples, que permite que você defina o número máximo de versões de um arquivo e número de dias para mantê-las. Quando o número máximo de versões for atingido, o backup mais antigo será substituído pelo mais recente trabalho. Enquanto Dia para Reter define quanto tempo uma versão de arquivo existirá depois que ele foi criado.

Configurar definições de controle de versão simples.

A segunda é Controle de Versão Inteligente, que permite que você defina as versões horárias máximas e o número máximo de versões diárias, semanais e mensais.

Configurar definições de controle de versão inteligente.

O trabalho de backup cria a versão mais recente e converte as versões anteriores para versões por hora/dia/semanal/mensal com base nas configurações (versões diárias tornam-se versões semanais, versões semanais tornam-se versões mensais, etc).
Aqui estão alguns exemplos para entender os benefícios de acordo com as definições:

  • Se um trabalho de backup é definido a cada hora e com o máximo Horário 5, Diário 6, Semanal 3, Mensal 4
    1. Neste caso, haverá 6 versões horárias para o dia atual, 6 versões mantidas ao longo de 6 dias, e depois 3 versões por 3 semanas, em seguida, 4 versões por 4 meses.
    2. Total é 18 versões
    3. A retenção de backup é de 6 dias + 3 semanas + 4 meses para um total de 5 meses
O trabalho de backup por hora com versões distribuídas em diferentes dias
  • Se a mesma tarefa de backup for iniciada manualmente a cada 2 dias com o máximo de Horário 5 , Diário 6, Semanal 3, Mensal 4
    1. Não haverá nenhuma versão horária, pois o backup é executado apenas a cada 2 dias, e haverá 6 versões diárias, feitas a cada 2 dias (assim cerca de 12 dias de backups), depois 3 versões semanais (mais antigas do que a versão diária, assim mais 3 semanas de backups), depois 4 versões mensais
    2. Assim, a retenção de backup é de 12 dias + 3 semanas + 4 meses para um total de 5 meses e 1 semana
A cada dois dias o trabalho de backup com versões distribuídas em diferentes dias
  • Se a mesma tarefa de backup começar a cada semana com o máximo de Horário 5, Diário 6, Semanal 3, Mensal 4
    1. Não haverá versão horária, pois o backup é executado apenas a cada semana, e haverá 6 versões diárias, feitas a cada semana (assim cerca de 6 dias de backups), depois 4 versões semanais (mais antigas do que a versão diária, assim mais 4 semanas de backups), depois 4 versões mensais
    2. Assim, a retenção de backup é de 10 semanas + 4 meses para um total de 6 meses
Trabalhos de backup semanais com versões distribuídas em diferentes dias
  • Se a versão semanal é definida como 0, então versões diárias tornam-se diretamente mensais:
    1. Se a mesma tarefa de backup começar a cada hora com o máximo de Horário 5, Diário 6, Semanal 0, Mensal 7
Trabalhos de backup horário (sem versões semanais) com versões distribuídas em diferentes dias

Portanto, permite a retenção de backup flexível contra o uso de dados. É possível manter menos versões enquanto os backups envelhecem.

Depois de selecionar o modelo de controle de versão, a configuração restante é a mesma que o assistente de backup RTRR original. Você precisará ajustar o tempo limite/tentar novamente e configurações avançadas para o processo de backup e tipos de arquivos para backup. No final do assistente, verifique se as informações de controle de versão foram dadas e se o trabalho foi criado na lista de backup RTRR.

Quando concluída, a informação de Controle de Versão deve ser dada na etapa final

2.2. Editar uma Tarefa de Backup com Controle de Versão de Backup

Depois de um trabalho de backup ser criado, você pode alterar a política de Controle de Versão na seção RTRR do Backup Station. Para fazer isso, entre no Backup Station e selecione RTRR do menu suspenso. Você pode verificar cada trabalho de backup na janela de conteúdo, selecionar o ícone Editar ao lado de cada tarefa de backup e entrar na guia Controle de Versão. Aqui você pode alterar um trabalho de backup para usar ou não usar Controle de Versão de Backup usando "Ativar controle de versão". Você também pode definir os valores de Controle de Versão Simples ou Inteligente para o trabalho de backup.

Edite o seu trabalho de backup no segmento RTRR clicando no botão Editar ao lado de cada tarefa de backup.
Vá para a aba Controle de Versão para alterar os valores de versão simples/inteligentes, ou desative o controle de versão desmarcando "Ativar controle de versão".

3. Restaurar Arquivo de Backup

3.1. Comportamento de Backup

Quando os trabalhos de controle de versão de backup estão criados e funcionando, você pode verificar o status de cada tarefa de backup na seção RTRR do Backup station. Ao verificar a pasta de backup do Windows ou File Station no NAS, você pode ver que pastas de backup diferentes são criadas com o nome de sua hora de backup.

Vários arquivos aparecem em versões de backup diferentes, mas só usarão o espaço adicional se forem diferentes. Se nenhuma mudança for feita entre as versões, nenhum espaço de backup adicional é necessário. E mesmo a versão inicial de arquivos que são apagados, o arquivo da versão posterior ainda estará acessível.

Há vários comportamentos do processo de controle de versão de backup que precisam de atenção.

  1. A mais nova versão de backup será sempre chamada mais recente, e esta versão não serão calculada sobre os ajustes máximos.
  2. Excluindo a versão mais recente, as pastas de backup terão seu nome da pasta no seguinte formato: aaaa/mm/dd/hh/mm para identificar diferentes versões. Os arquivos dentro de cada pasta manterão seus nomes originais. 
  3. No controle de versão inteligente, haverá também uma letra no final de cada pasta para sugerir se é uma versão de backup horária, diária, semanal ou mensal. 
  4. O controle de versão inteligente irá transferir a versão mais antiga de um tipo de versão para o próximo tipo quando chegar o período de transferência. Por exemplo, em 07/15/2015 há versões horárias às 21, 22 e 23h, quando chega em 16/07, a versão de horária às 21pm será transferida para a versão diária de 07/15. (A transferência só acontecerá durante o backup)
A política de nome da pasta de backup de Versão Simples.
A política de nome da pasta de backup de Versão Inteligente.

3.2. Restaurar arquivo de backup no File Station

Para restaurar um arquivo/pasta de de backup com a versão de backup, basta abrir o File Station do NAS onde você coloca os dados de backup, selecionar as pastas de backup desejadas e copiar o arquivo para o local em que você deseja colocá-lo. Você pode clicar com o botão direito sobre o arquivo para verificar se a data de modificação corresponde à sua hora desejada.

Restaure arquivo ou pasta do File Station inserindo a pasta de backup e selecione as pastas desejadas.

3.3. Restaurar arquivo de backup no Backup Station

Assim como usando o processo de restauração do RTRR normal, selecione o RTRR do menu suspenso do Backup Station e clique em Criar uma tarefa de replicação para entrar no Assistente de trabalho de sincronização. Selecione Restaurar e insira o endereço de IP do seu dispositivo remoto, senha.

Selecione restaurar no assistente de replicação para restaurar arquivos de um dispositivo remoto.

Quando na etapa de seleção de pasta, selecione as versões desejadas de pastas de backup de acordo com a hora e a data no nome da pasta. Depois de selecioná-los, você pode definir o tempo limite e opções de repetição e concluir o assistente. Após a conclusão, verifique o processamento do trabalho da janela RTRR.

Selecione as pastas de versão desejadas para restaurar de pastas de backup.
Verifique o processo do trabalho de restauração na janela do RTRR.
Data de lançamento: 2015-08-26
Foi útil?
Obrigado por seu retorno.
Obrigado por seu retorno. Se você tiver qualquer dúvida, contate support@qnap.com
83% das pessoas acham que foi útil.